BIG LIST OF WEBSITES

List of Top Websites on Vergilio

Top 250 Websites on VERGILIO

Download the Top 250 Websites to PDF

Last updated on Oct 1 2019.
Here are the best websites we found: vergilio.cz • tajfun.cz • vergilio.wordpress.com • vergilio.it • rotulosdecerveja.wordpress.com • gustavovergilio.blogspot.com • jurenivergiliodesigner.com • cergapa.com.br • cergapa.com.br

Press CTRL-D to bookmark this list - BigListofWebsites.com
Rank
Url
Preview
Tags
Score
Vergilio - Tvoříme chytrá webová řešení, která mají smysl.. Vergilio - Tvoříme chytrá webová řešení, která mají smysl: Internetové aplikace | Webové stránky | E-shopy | Informační a rezervační systémy | Mobilní aplikace
Alexa Rank
1,000,001
Vergilio - Tvoříme chytrá webová řešení, která mají smysl.. Vergilio - Tvoříme chytrá webová řešení, která mají smysl: Internetové aplikace | Webové stránky | E-shopy | Informační a rezervační systémy | Mobilní aplikace
Alexa Rank
1,000,001
VERGILIO Rótulos Especiais | Blog "Oficioso" do Vergilio. Blog "Oficioso" do Vergilio
Alexa Rank
1,000,001
vergilio.it
Alexa Rank
1,000,001
Rótulos para Cervejas Artesanais | Robson Vergilio Criação de Rótulos para Cervejas Artesanais. Robson Vergilio Criação de Rótulos para Cervejas Artesanais
Alexa Rank
1,000,001
Gustavo Vergilio
Alexa Rank
1,000,001
Jureni Vergilio. Ampliar Radsom. Medicina Diagnóstica.
Alexa Rank
1,000,001
Principal - Cooperativa de Eletrecidade de Grão-Pará. ATA DE CONSTITUIÇÃO DA SOCIEDADE COOPERATIVA DE ELETRIFICAÇÃO RURAL DE GRÃO-PARÁ DE RESPONSABILIDADE LIMITADA Aos dois dias do mês de fevereiro do ano de um mil novecentos e sessenta e dois, às dezoito horas, na cidade de Grão-Pará, município de idêntica denominação, Estado de Santa Catarina, em uma das salas da Sociedade Recreativa 15 de Novembro, reuniram-se de livre e espontânea vontade, em assembleia, com o fim de constituir uma sociedade cooperativa, nos termos do Decreto-Lei Federal número 22.239, de 19 de dezembro de 1.932, e o Decreto-Lei número 581 de 1º de agosto de 1.938,  revigorados pelo Decreto-Lei número 8401, de 19 de dezembro de 1.945, as seguintes pessoas: 1) João Batista Alberton/Industrial; 2) Davide Beltrame/Comerciante; 3) João de Oliveira Souza/Comerciante; 4) Saul David Beltrame/Comerciante; 5) Divo Debiasi/Comerciante; 6) Bertoldo Carlos Kirchner/Agricultor; 7) Adelmo de Oliveira Souza/Comerciante; 8) Luiz Beltrame/Agricultor; 9) Valentim Antônio Alberton/Agricultor; 10) Antônio Squizatto/Funcionário Público; 11) Jacinto Bonin/Agricultor; 12) Sebastiao Squizatto/Funcionário Público; 13) Affonso Volpato/Viajante; 14) Henrique José Schmidt/Funcionário Público; 15) Waldemar Carlos Kirchner/Comerciante; 16) Teodoro Ballmann/Comerciante; 17) Santos Moyses Dacoreggio/Ferreiro; 18) Luiz Dacoréggio/Agricultor; 19) Antônio Madeira Dacoreggio/Agricultor; 20) Pedro José Michels/Agricultor; 21) Moises Beltrame/Comerciante; 22) Paschoal Mário Ceolin/Marceneiro; 23) Waldomiro A. Fernandes/Marceneiro; 24) Alvin Galvani/Comerciante; 25) Mussuline Volpato/Industrial; 26) Wenceslau Demay/Comerciante; 27) Antônio Liberato Fernandes/Industrial; 28) Recieri Alberton/Funcionário Público; 29) Jorge  Manique Barreto/Comerciante; 30) Anésio Faust/Funcionário Público/ 31) Vergilio Volpato/Comerciante; 32) Sebastião José Moraes/Alfaiate; 33) Santos Waldemar Kirchner/Comerciante; 34) Benevenuto Dacoreggio/Comerciante; 35) Ladaú Debiasi/Funcionário Público; 36) Germano Agostinho Becker/Aposentado; 37) José Germano Kulkamp/Comerciante; 38) Tolentino Sombrio/Marceneiro. Todos residentes na cidade de Grão-Pará e suas proximidades. Foi aclamado para presidir a assembleia o Sr. João Batista Alberton, que, aceitando a incumbência, convidou a mim, Antônio Squizatto, para secretaria-la e lavrar a respectiva ata, ficando sim constituída a mesa. A seguir o Senhor Presidente que a finalidade da assembleia era de constituir uma sociedade cooperativa, nos termos das Leis em vigor para o que determinou fosse procedida, artigo por artigo, a leitura dos Estatutos Sociais, anteriormente redigitados, o que foi feito. Terminada a leitura, foram os mesmos submetidos à votação e aprovados por unanimidade, declarando o Senhor Presidente, que, desse em diante passa a cooperativa a reger-se pelos Estatutos aprovados. Por isto foi preenchida a lista nominativa dos associados, com a assinatura de cada um deles, verificando-se que o capital mínimo da cooperativa é de Cr$ 100.000,00 (CEM MIL CRUZEIROS), divididos em quotas-partes de Cr$ 100,00 (CEM CRUZEIROS), foi ultrapassado pelo que foram preenchidos as exigências dos Estatutos Sociais. O Senhor Presidente, para que ficasse expressa a vontade de cada um de fazer paetê da cooperativa, solicitou fossem referido os Estatutos assinados por todos aqueles cujos nomes constam da presente ata, o que foi feito. Em prosseguimento, o Senhor Presidente determinou que fosse procedida a eleição para os cargos sociais, verificando-se o seguinte resultado: Para Diretor-Presidente – JOÃO BATISTA ALBERTON – Para Diretor-Gerente – DAVID BELTRAME – e para Diretor-Secretário – ATONIO SQUIZATTO -  e mais dois Diretores sendo eles, os Senhores JOÃO DE OLIVEIRA SOUZA, RECIERI ALBERTON, formando assim o Conselho de Administração. Quanto ao Conselho Fiscal ficou determinado o seguinte: para fiscais efetivos, os Senhores VALDEMAR CARLOS KIRCHNER, SAUL BELTRAME e DIVO DEBIASI. Como suplentes ficaram os Senhores JORGE MANIQUE BARRETO, AFONSO VOLPATO e HENRIQUE JOSÉ SCHMIDT. Devidamente consultado, os eleitos foram empossados em seus cargos. O Senhor Presidente, agora, já como Presidente eleito, declarou definitivamente, constituída e organizada, desta data para o futuro, a Sociedade Cooperativa de Eletrificação Rural Grão-Pará de Responsabilidade Limitada, com sede em Grão-Pará, município de idêntica denominação, Estado de Santa Catarina, com o objetivo econômico de fornecer a seus associados, dentro da sua área de ação, energia elétrica produzida pela Companhia Siderúrgica Nacional ou de outra fonte, observando o programa de ação estabelecido de acordo com as necessidades e a critério do Conselho de Administração, especialmente tendo em vista atender os serviços de iluminação pública e dos estabelecimentos públicos de sua sede, fornecendo-lhes energia mediante contrato, e promover o desenvolvimento na sua área de ação, pelo fornecimento de energia elétrica para instalação de usinas, fábricas, oficinas, etc., de seus associados, e que tem como associado, nesta data de sua constituição, aqueles cujos nomes estão consignados no corpo da presente ate e que assinam, bem como a lista nominativa e os Estatutos Sociais aprovados. Como nada mais havia a tratar, o Senhor Presidente eleito encerrou a reunião, da qual eu ANTONIO SQUIZATTO, servindo como secretário, lavrei a presente ata que, lida e achada conforme, vai assinada por mim e por todos cujos nomes constam da presente ata, lavrada e assinada. Grão-Pará, 2 de fevereiro de 1.962.         Ass.: João Batista Alberton - Davide Beltrame - João de Oliveira Souza - Saul David Beltrame - Tolentino Sombrio - Bertoldo Carlos Kirchner - Luiz Beltrame - Jacinto Bonin - Sebastião Squizatto - Afonso Volpato - Henrique José Schmidt - Waldemar Carlos Kirchner - Santos Moyses Dacoréggio - Luiz Dacoréggio - Pedro José Michels - Moises Beltrame - Wenceslau Demay - Antônio Liberato Fernandes - Recieri Alberton - Jorge Manique Barreto - Anésio Faust - Vergilio Volpato - Santos Waldemar Kirchner - Benevenuto Dacoréggio - Germano Agostinho Becker - José Germano Kulkamp - Divo Debiasi - Antônio Squizatto - Recieri Alberton (a rogo de Valentim Antônio Alberton) - Ladaú Debiasi -  Teodoro Ballmann -  Adelmo de Oliveira Souza - Paschoal Mário Ceolin - Valdemiro A. Fernandes - Mussuline Volpato - Alvim Galvani - Sebastião José de Moraes -  Antônio Madeira Dacoréggio. A presente ata de constituição da Sociedade Cooperativa de Eletrificação Rural de Grão-Pará de Responsabilidade Limitada, é cópia autêntica e verdadeira do original Grão-Pará, 25 de fevereiro de 1.967 - JOÃO BATISTA ALBERTON / DIRETOR PRESIDENTE   Obs. Registrada em Cartório em 01/03/1967 (Em tempo: Esta ata foi digitada obedecendo nomes, pronuncias, acentuação e ortografia da época da ata original)          
Alexa Rank
1,000,001
Principal - Cooperativa de Eletrecidade de Grão-Pará. ATA DE CONSTITUIÇÃO DA SOCIEDADE COOPERATIVA DE ELETRIFICAÇÃO RURAL DE GRÃO-PARÁ DE RESPONSABILIDADE LIMITADA Aos dois dias do mês de fevereiro do ano de um mil novecentos e sessenta e dois, às dezoito horas, na cidade de Grão-Pará, município de idêntica denominação, Estado de Santa Catarina, em uma das salas da Sociedade Recreativa 15 de Novembro, reuniram-se de livre e espontânea vontade, em assembleia, com o fim de constituir uma sociedade cooperativa, nos termos do Decreto-Lei Federal número 22.239, de 19 de dezembro de 1.932, e o Decreto-Lei número 581 de 1º de agosto de 1.938,  revigorados pelo Decreto-Lei número 8401, de 19 de dezembro de 1.945, as seguintes pessoas: 1) João Batista Alberton/Industrial; 2) Davide Beltrame/Comerciante; 3) João de Oliveira Souza/Comerciante; 4) Saul David Beltrame/Comerciante; 5) Divo Debiasi/Comerciante; 6) Bertoldo Carlos Kirchner/Agricultor; 7) Adelmo de Oliveira Souza/Comerciante; 8) Luiz Beltrame/Agricultor; 9) Valentim Antônio Alberton/Agricultor; 10) Antônio Squizatto/Funcionário Público; 11) Jacinto Bonin/Agricultor; 12) Sebastiao Squizatto/Funcionário Público; 13) Affonso Volpato/Viajante; 14) Henrique José Schmidt/Funcionário Público; 15) Waldemar Carlos Kirchner/Comerciante; 16) Teodoro Ballmann/Comerciante; 17) Santos Moyses Dacoreggio/Ferreiro; 18) Luiz Dacoréggio/Agricultor; 19) Antônio Madeira Dacoreggio/Agricultor; 20) Pedro José Michels/Agricultor; 21) Moises Beltrame/Comerciante; 22) Paschoal Mário Ceolin/Marceneiro; 23) Waldomiro A. Fernandes/Marceneiro; 24) Alvin Galvani/Comerciante; 25) Mussuline Volpato/Industrial; 26) Wenceslau Demay/Comerciante; 27) Antônio Liberato Fernandes/Industrial; 28) Recieri Alberton/Funcionário Público; 29) Jorge  Manique Barreto/Comerciante; 30) Anésio Faust/Funcionário Público/ 31) Vergilio Volpato/Comerciante; 32) Sebastião José Moraes/Alfaiate; 33) Santos Waldemar Kirchner/Comerciante; 34) Benevenuto Dacoreggio/Comerciante; 35) Ladaú Debiasi/Funcionário Público; 36) Germano Agostinho Becker/Aposentado; 37) José Germano Kulkamp/Comerciante; 38) Tolentino Sombrio/Marceneiro. Todos residentes na cidade de Grão-Pará e suas proximidades. Foi aclamado para presidir a assembleia o Sr. João Batista Alberton, que, aceitando a incumbência, convidou a mim, Antônio Squizatto, para secretaria-la e lavrar a respectiva ata, ficando sim constituída a mesa. A seguir o Senhor Presidente que a finalidade da assembleia era de constituir uma sociedade cooperativa, nos termos das Leis em vigor para o que determinou fosse procedida, artigo por artigo, a leitura dos Estatutos Sociais, anteriormente redigitados, o que foi feito. Terminada a leitura, foram os mesmos submetidos à votação e aprovados por unanimidade, declarando o Senhor Presidente, que, desse em diante passa a cooperativa a reger-se pelos Estatutos aprovados. Por isto foi preenchida a lista nominativa dos associados, com a assinatura de cada um deles, verificando-se que o capital mínimo da cooperativa é de Cr$ 100.000,00 (CEM MIL CRUZEIROS), divididos em quotas-partes de Cr$ 100,00 (CEM CRUZEIROS), foi ultrapassado pelo que foram preenchidos as exigências dos Estatutos Sociais. O Senhor Presidente, para que ficasse expressa a vontade de cada um de fazer paetê da cooperativa, solicitou fossem referido os Estatutos assinados por todos aqueles cujos nomes constam da presente ata, o que foi feito. Em prosseguimento, o Senhor Presidente determinou que fosse procedida a eleição para os cargos sociais, verificando-se o seguinte resultado: Para Diretor-Presidente – JOÃO BATISTA ALBERTON – Para Diretor-Gerente – DAVID BELTRAME – e para Diretor-Secretário – ATONIO SQUIZATTO -  e mais dois Diretores sendo eles, os Senhores JOÃO DE OLIVEIRA SOUZA, RECIERI ALBERTON, formando assim o Conselho de Administração. Quanto ao Conselho Fiscal ficou determinado o seguinte: para fiscais efetivos, os Senhores VALDEMAR CARLOS KIRCHNER, SAUL BELTRAME e DIVO DEBIASI. Como suplentes ficaram os Senhores JORGE MANIQUE BARRETO, AFONSO VOLPATO e HENRIQUE JOSÉ SCHMIDT. Devidamente consultado, os eleitos foram empossados em seus cargos. O Senhor Presidente, agora, já como Presidente eleito, declarou definitivamente, constituída e organizada, desta data para o futuro, a Sociedade Cooperativa de Eletrificação Rural Grão-Pará de Responsabilidade Limitada, com sede em Grão-Pará, município de idêntica denominação, Estado de Santa Catarina, com o objetivo econômico de fornecer a seus associados, dentro da sua área de ação, energia elétrica produzida pela Companhia Siderúrgica Nacional ou de outra fonte, observando o programa de ação estabelecido de acordo com as necessidades e a critério do Conselho de Administração, especialmente tendo em vista atender os serviços de iluminação pública e dos estabelecimentos públicos de sua sede, fornecendo-lhes energia mediante contrato, e promover o desenvolvimento na sua área de ação, pelo fornecimento de energia elétrica para instalação de usinas, fábricas, oficinas, etc., de seus associados, e que tem como associado, nesta data de sua constituição, aqueles cujos nomes estão consignados no corpo da presente ate e que assinam, bem como a lista nominativa e os Estatutos Sociais aprovados. Como nada mais havia a tratar, o Senhor Presidente eleito encerrou a reunião, da qual eu ANTONIO SQUIZATTO, servindo como secretário, lavrei a presente ata que, lida e achada conforme, vai assinada por mim e por todos cujos nomes constam da presente ata, lavrada e assinada. Grão-Pará, 2 de fevereiro de 1.962.         Ass.: João Batista Alberton - Davide Beltrame - João de Oliveira Souza - Saul David Beltrame - Tolentino Sombrio - Bertoldo Carlos Kirchner - Luiz Beltrame - Jacinto Bonin - Sebastião Squizatto - Afonso Volpato - Henrique José Schmidt - Waldemar Carlos Kirchner - Santos Moyses Dacoréggio - Luiz Dacoréggio - Pedro José Michels - Moises Beltrame - Wenceslau Demay - Antônio Liberato Fernandes - Recieri Alberton - Jorge Manique Barreto - Anésio Faust - Vergilio Volpato - Santos Waldemar Kirchner - Benevenuto Dacoréggio - Germano Agostinho Becker - José Germano Kulkamp - Divo Debiasi - Antônio Squizatto - Recieri Alberton (a rogo de Valentim Antônio Alberton) - Ladaú Debiasi -  Teodoro Ballmann -  Adelmo de Oliveira Souza - Paschoal Mário Ceolin - Valdemiro A. Fernandes - Mussuline Volpato - Alvim Galvani - Sebastião José de Moraes -  Antônio Madeira Dacoréggio. A presente ata de constituição da Sociedade Cooperativa de Eletrificação Rural de Grão-Pará de Responsabilidade Limitada, é cópia autêntica e verdadeira do original Grão-Pará, 25 de fevereiro de 1.967 - JOÃO BATISTA ALBERTON / DIRETOR PRESIDENTE   Obs. Registrada em Cartório em 01/03/1967 (Em tempo: Esta ata foi digitada obedecendo nomes, pronuncias, acentuação e ortografia da época da ata original)          
Alexa Rank
1,000,001
Strings. A Strings trabalha com importação de madeiras e acessórios da Alemanha para construção de instrumentos musicais de cordas. Fornecemos material para luthiers de todo Brasil. Temos em nossa relação de acessórios, tarraxas e captadores Schaller e cordas Hannabach, Pirastro e Pyramid, entre outros itens. ,
Alexa Rank
1,000,001
Philippine Medical Tests System
Alexa Rank
1,000,001